A importância do lixamento em Madeira | Norton Abrasivos | Brazil

A importância do lixamento em Madeira

O primeiro passo para obter uma boa pintura ou envernizamento da madeira é o lixamento. Ele influencia diretamente no resultado final do móvel ou objeto de madeira. Se não for feito um lixamento adequado, com certeza, o acabamento não ficará conforme o esperado, isto é, muito aquém da qualidade que o comprador final espera.

 


O objetivo do lixamento é eliminar os danos causados na madeira durante o seu processo de obtenção em diversos formatos, e com isso permitindo nivelar e alisar a superfície, proporcionando uma condição ideal para a aplicação de produtos químicos como seladores e vernizes.

 

Qual sequência granulométrica deve ser utilizada?

 

A granulometria da primeira lixa deve ser a mais adequada para o tipo de madeira, tipo de peça e equipamento que se utiliza para lixar. As granulometrias seguintes devem ser progressivas e nunca ultrapassar duas faixas granulométricas em relação à da lixa anterior. Exemplo de seqüência granulométrica: P100 - P150 - P220 - P280 - P360.

Esse procedimento é muito importante, pois elimina os riscos causados pelas lixas de maior abrasividade, os quais ficam evidentes no processo posterior ao lixamento onde seladores ou vernizes são aplicados, prejudicando o aspecto do móvel.

 

Como devemos efetuar o lixamento da madeira?

 

Devemos trabalhar sempre no sentido do veio da madeira para não provocarmos ranhuras na superfície.
Existem várias maneiras de efetuar o lixamento da madeira, entre as quais:

 

  • Manualmente com lixadeira de cinta estreita;

  • ​Lixadeiras mecanizadas de cinta larga.

Com qualquer um dos sistemas, devemos tomar cuidado ao lixarmos superfícies curvas para não deformarmos a peça.

 

Lixamento dos Seladores / Vernizes

 

Após a aplicação dos seladores ou vernizes, é necessário realizar o lixamento para obter uma camada homogênea em toda a superfície da madeira. Este deve ser realizado somente quando estes produtos estiverem completamente secos. Para isto deve-se respeitar o tempo de secagem indicado pelo fabricante do produto. Caso contrário, o selador ou verniz impregnará a camada abrasiva da lixa, causando empastamento e conseqüentemente comprometendo o rendimento da mesma.

 


Neste processo de lixamento sempre devem ser utilizadas lixas com granulometrias finas e progressivas, ou seja, com um aumento gradativo das granas. Por exemplo, se a madeira foi lixada com uma grana P220, após o selador ou verniz deve-se continuar o lixamento com uma P400 ou até P600.